Google+

Significado-bdsmO termo é inglês e compreende práticas físicas ou psicológicas que se complementam:

   B & D: Imobilização (Bondage) e Disciplina;
   D & S: Dominação e Submissão;
   S & M: Sadismo e Masoquismo.

As práticas no BDSM são realizadas em jogos, cenas ou sessões das mais variadas formas, de acordo com a preferência dos parceiros. São altamente eróticas para quem as executa e, normalmente, acompanhadas por sexo ou excitação sexual.

 

Há quem goste de amarrar, e os que preferem ser amarrados. Uns querem provocar dor, outros encontram na dor o seu maior prazer. Muitos procuram o controle psicológico e se realizam ao dar ordens ao parceiro, e outros, apenas em obedecer. Alguns fazem questão de serem submissos o tempo todo, outros, de dominarem sempre. Há ainda aqueles que gostam de trocar os papéis: serem submissos e dominarem, dentro de uma mesma relação, ou em relações diferentes. Os jogos envolvem desde palmadas, amarras, cócegas, chicotes, gelo e velas, a outras práticas mais complexas e originais.

Os fetiches e fantasias integram os papéis que se representam nas cenas. Quem gosta do BDSM não nega seus fetiches e suas fantasias, lida com eles. Um podólatra, por exemplo, não dispensa de jeito nenhum umas brincadeiras com os pezinhos, é a sua forma de prazer, e a sua parceira, se não tiver o fetiche, deve pelo menos gostar de ser especialmente tocada nessa parte do corpo.

Não existem fórmulas para se praticar o BDSM, cada um escolhe ou cria a sua. As pessoas fazem sua opção voluntariamente e por diversão, para dar e ter prazer, por isso é importante a afinidade nas práticas. É uma experiência infinita em crescimento, criatividade e exploração da interação humana.... É um viver.

Share

  800 Caracteres restantes

Antispam Atualizar o código Letras Maiúsculas diferem das Minúsculas

 
 

Copyright © 2003–2013. Mestre K@